Recentemente, quando voltava prá casa vindo de meu trabalho, resolvi ligar o rádio do carro no exato momento em que um conhecido pregador evangélico iniciava a sua série de respostas às perguntas feitas pelos ouvintes. Gosto muito de perguntas, e muito mais de respostas. Eu já tinha ouvido esse pregador outras vezes e nutria uma certa reserva sobre alguns temas que considero muito sério. Dessa feita, além de discordar, me bateu uma tristeza profunda por saber que dezenas, talvez centenas de pessoas, ouvem certos conselhos gratuítos que poderá custar-lhes a vida eterna.

Continue reading

Antes de entrar nesse tema específico, é preciso contextualizá-lo na história da humanidade. É preciso situar o homem em sua trajetória no mundo. Quando digo “homem” me refiro à humanidade, o gênero humano, homem e mulher, a natureza humana. Temos que voltar às bases da criação, ou mesmo antes dela. Se não fizermos isso, não teremos o link, ou seja, a conecção entre o passado e o futuro. Tudo é muito simples se for visto com olhares simples também.

Continue reading

Introdução

Sou do tempo em que, quem não era católico era protestante. Logo em seguida, os protestantes passaram a ser denominados “crentes”. Hoje,  maioria dos “crentes” gostam de ser chamados de evangélicos. Como diz um pastor amigo meu, “nós nascemos depois da confusão”, fazendo referência às múltiplas facções, divisões, partidos, separações, brigas e competição entre os “religiosos”. E tudo em nome de Deus.

Continue reading